Por trás da magnificência de uma toga há, na essência, sempre, um homem, igual a qualquer outro, repleto de anseios, angústias, esperanças e sonhos.

10 de janeiro de 2011

O Roubo do Carro



Na comarca de Natal havia um processo muito grande, envolvendo uma quadrilha de roubo de veículos. Vários réus, muitas teses e diversos incidentes. Teria ocorrido uma nulidade grave que poria a perder todo o trabalho feito até então, descoberta somente durante a audiência. O juiz ficou de estudar e decidir o que fazer, encerrando a audiência.
Já na saída da sala, não entendendo nada do juridiquês das partes durante a audiência, um dos réus chegou para um famoso advogado da cidade e que naquele momento o defendia, e perguntou:
- Doutor, como é que está o negócio aí?
- Olha, acho que está muito enrolado, que vai ser anulado e que vai ter que começar tudo de novo.
Surpreendido, o acusado pergunta com ar de preocupação:
- Quer dizer que a gente vai ter que roubar o carro de novo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IDENTIFIQUE-SE E FIQUE À VONTADE PARA COMENTAR. SOMENTE COMENTÁRIOS ANÔNIMOS NÃO SERÃO ACEITOS.